Etiqueta para spa resort/hotel

cadeiras de hotel

Uma estadia num spa resort/hotel tem vantagens e desvantagens. Por um lado, existem hóspedes que procuram essa unidade hoteleira especificamente por causa dos serviços de spa, enquanto outros encontram-se hospedados nesse hotel por vários motivos e podem usufruir ou não do conceito spa. Existe ainda um terceiro tipo de cliente que pode deslocar-se ao hotel apenas para uma sessão. Em todos os casos, as boas maneiras reinam sempre!

Marcar e desmarcar. Nunca é demais insistir na importância das reservas com antecedência, chegar a horas ou alguns minutos mais cedo (especialmente se não está hospedada no hotel e não sabe o movimento que tem). Mas engane-se se pensa que por estar alojado nesse resort pode chegar à hora que quiser – dê o exemplo! Saiba qual a política de cancelamento de uma reserva, no caso de surgir algum imprevisto de última hora.

Escolher os terapeutas. O staff de qualquer spa é sempre composto por profissionais qualificados e, cada vez mais, os terapeutas homens trabalham lado a lado com as suas colegas femininas. Se não se sentir à vontade com um ou com outro, comunique sempre a sua preferência na hora da marcação para evitar surpresas incómodas. Se não tiver preferências, deixe-se levar… afinal, está nas mãos de especialistas!

Explorar as instalações. Uma vez instalado, faça questão de explorar todos os recantos do seu hotel/resort. Para além de ficar a saber a localização exacta de tudo (e minimizar as hipóteses de chegar atrasado aos tratamentos), pode ainda descobrir actividades e serviços que queira experimentar durante a sua estadia. Se for esse o caso, marque de imediato para conseguir a tão desejada massagem de aromaterapia ou sessão de vinoterapia!

Satisfação total. Escolheu o tratamento e está a pagá-lo, por isso, se algo o estiver a incomodar durante o decorrer do mesmo – luz muito intensa, música ambiente demasiada alta, incenso muito forte, temperatura ambiente fria ou quente – pode e deve comunicar as suas preferências ao terapeuta. Assim como também é você que decide se quer conversar durante a sessão ou gozá-la em silêncio. Se durante o tratamento sentir algum tipo de desconforto, avise de imediato. Se, no final, a sua insatisfação se mantiver, fale com o terapeuta primeiro e com a gerência em último recurso. 

Respeite o espaço e os outros. Nas instalações de qualquer spa, deixe sempre tudo tal e qual encontrou. Antes de entrar num jacuzzi ou piscina, tome sempre um duche rápido. Circule pelo spa apenas com os chinelos e o roupão que lhe foram fornecidos e, quando estiver na sauna ou banho turco, mantenha-se sempre sentado sobre a sua própria toalha. Todos agradecem!  

Dress code. Há quem goste de ir para o spa de roupa desportiva ou casual para despir e vestir rapidamente, mas também há quem vá directamente para a sua sessão mal saia do escritório ou chegue de um dia de visitas guiadas pela cidade... descanse, os spas não têm um dress code. No entanto, e para uma questão de conforto e comodidade, tenha em consideração o tipo de tratamento que vai fazer: se for uma facial provavelmente vai manter-se vestido, se for um duche escocês vai precisar de um fato ou calções de banho, se for uma massagem não vai precisar de nada! Se vai estar hospedada no hotel durante um dia ou mais, verifique se existe algum requisito em termos de vestuário para a hora do jantar. 

Objectos de valor. Como num spa “menos é mais”, deixe o ouro, os diamantes e os relógios, entre outros objectos valiosos, em casa ou nos cofres dos quartos. Estes espaços não se responsabilizam pela perda ou furto das suas preciosidades... e não vale a pena toda a chatice que uma situação destas possa originar. 

Tudo a nu. Os terapeutas estão muito bem treinados na arte da discrição e de manter os seus clientes relaxados e à vontade... o que para muitos quer dizer tapados! Quer esteja no hotel exclusivamente pelos seus serviços de spa, quer vá experimentar uma sessão de chocolaterapia porque está lá hospedada em trabalho, tudo está pensado ao pormenor – desde o local onde troca de roupa, ao facto de os terapeutas abandonarem a sala ainda antes de você se levantar para se vestir! Regra geral, exige-se que as mulheres estejam depiladas e os homens barbeados aquando das suas sessões (por motivos óbvios, será mais agradável para todos!) e é algo que deve ser feito no máximo até duas horas antes do tratamento para evitar irritações da pele. Verdade seja dita, os profissionais dos spas estão mais que habituados à nudez e afinal, um tratamento de spa não é uma celebração do corpo? Então esqueça os complexos e desfrute dos momentos em que alguém vai tratar de si para variar!  

Antes e depois. Antes de um tratamento deve evitar a exposição solar e na hora que antecede a sua sessão não deve ingerir alimentos. Evite o consumo de álcool por completo, mas beba bastante água. Após o tratamento, tenha em consideração as recomendações feitas pelo terapeuta, evite a exposição solar e hidrate-se! Do mesmo modo que não se aconselha marcar uma caminhada de 5 km depois de uma massagem com pedras quentes. Tudo tem o seu tempo e hora certa, por isso, evite misturar e exagerar nos serviços disponibilizados só porque quer fazer tudo! 

Gorjetas, sim ou não? Ora este é um assunto que diz respeito unicamente a si. Se quer compensar o seu terapeuta de forma particular, ou qualquer outro membro do staff (esteticista, técnica de pedicure ou manicure…) tem a liberdade de o fazer, mas faça-o sempre com a máxima discrição. Se vive perto e é cliente frequente, preferindo, por exemplo, as instalações do hotel/resort às de um day spa, talvez possa dispensar as gorjetas. A decisão é sua.

Possíveis restrições. Para manter a sua envolvente tranquila e exclusiva, a maioria dos spas hotel/resort está limitada a adultos (a partir dos 18 anos) e não permite a entrada de animais. O tempo passado no spa está pensado exclusivamente para si! Dada a natureza e os objectivos dos spas, normalmente é proibido fumar no interior das instalações e, em alguns casos, não pode fumar ponto final, mesmo no exterior. Noutros casos, existem zonas do hotel específicas para fumadores. Recorra à política específica da unidade hoteleira em questão para não se ver frente-a-frente com situações inesperadas.

Amigo do ambiente. O coração dos spas está no seu conceito de wellness e no equilíbrio entre corpo, mente e alma, por isso, também a saúde de ambiente é uma preocupação em espaços com estas características. Nesse sentido, o seu spa hotel/resort pode pedir contenção no uso de água e de toalhas e, claro, manter todos os espaços do spa tal como os encontrou – impecáveis! E isto também se aplica no exterior, nada de deitar lixo para o campo de golfe ou deixar os vestígios do seu lanche junto da piscina.

Respeito mútuo. Os resorts e hotéis são, por norma, locais bastante agitados, com múltiplas iniciativas a decorrer em simultâneo, o que significa muita gente a circular por muitos lados... e nem todos vão para o spa! Respeite os seus colegas de spa da mesma forma que respeita os hóspedes que não pretendem recorrer a esses serviços. Se está de passagem – vai a um tratamento e depois segue para casa – respeite os restantes hóspedes e não leve amigos ou o telemóvel como companhia!

A sua votação: 

Artigos relacionados