Introdução à mesoterapia

Mulher sem celulite

Com origem francesa, onde foi criada pelo Dr. Michel Pistor, a mesoterapia é um tratamento simples, inofensivo e localizado, sendo por isso o ideal no que toca à luta contra a celulite e à diminuição da gordura e volume corporal. Cada vez mais procurada, esta terapia obtém resultados rápidos e visíveis após apenas dez sessões.      

O que é?

A mesoterapia é um tratamento estético e terapêutico que consiste na aplicação de substâncias liporedutoras directamente na pele ou subcutâneo através de micro-injecções localizadas. As micro-agulhas (com uma espessura que varia entre 1 e 3 milímetros), bem como as substâncias liporedutoras administradas, são escolhidas de acordo com cada cliente e respectiva área a tratar. Cada vez mais popular, a mesoterapia deve grande parte do seu sucesso à sua acção tripla – lipólitica, circulatória e drenante – que contribui para uma pele mais lisa e um corpo mais tonificado.

Para que serve?

Terapia localizada, a mesoterapia actua superficialmente sobre a pele, tecido sub-cutâneo, músculo, articulações e tendões, sendo especialmente indicada para combater rugas, celulite, gordura e volume. Dependendo do caso e área específica a tratar, a combinação de medicamentos é escolhida (até um máximo de 4 fármacos) e administrada na pele ou subcutâneo, atingindo uma profundidade que pode variar entre os 3 e os 8mm. Algumas das substâncias injectáveis incluem a alcachofra (com propriedades desintoxicantes, tem um efeito diurético); a L-carnitina (um aminoácido que devora as gorduras, actuando ainda sobre o excesso de líquido e toxinas que formam a celulite); e o silício orgânico (regulador do metabolismo, reduz a acumulação de toxinas).

Como funciona?

Para começar, as próprias injecções – por serem administradas repetidamente – provocam um efeito tensor na pele, estimulando a cicatrização e, consequentemente, a produção de colagénio, mas a acção tripla da mesoterapia é o grande segredo deste tratamento. A acção lipólitica é a responsável pela degradação das células gordas armazenadas e a circulatória estimula a circulação sanguínea que beneficia a oxigenação e a eliminação de toxinas acumuladas. Por último, a acção drenante permite contrariar a retenção de líquidos. Em simultâneo, estas acções produzem um efeito surpreendente ao nível da pele, que se torna mais lisa e firme; mas também na gordura superficial que é dissipada.

Mesoterapia sem agulhas

Para quem receia o tratamento precisamente por causa das agulhas, existe ainda uma versão de mesoterapia sem agulhas, que utiliza um aparelho “roll-on” para deslizar sobre a pele. A libertação de ondas electromagnéticas penetra profundamente para melhorar o efeito “casca de laranja” e contribuir para a perda de alguns centímetros.

Vantagens e desvantagens

Por ser uma terapia altamente localizada, a mesoterapia permite a utilização de micro-injecções o que, por sua vez, permite uma elevada concentração de lipolíticos e regeneradores que, ao actuarem directamente sobre a região afectada, obtêm resultados rápidos, sem os efeitos secundários que a ingestão oral de os mesmos tipos de medicamentos pudesse provocar. Em termos de desvantagens, saiba que a mesoterapia não deve ser praticada por mulheres grávidas ou em período de amamentação. As micro-injecções podem provocar vermelhidão e comichão no final de cada sessão, mas estes são sintomas passageiros. O preço elevado de cada sessão – que pode variar entre os €55 e os €80 – também é visto muitas vezes como uma das grandes desvantagens deste tratamento.

Tratamento contínuo

A mesoterapia é um tratamento semanal que implica um mínimo de 10 sessões e um máximo de 15 (nomeadamente no caso da mesoterapia sem agulhas). No final da terapia, será bem visível a firmeza e suavidade da pele, o atenuamento do efeito “casca de laranja” provocada pela celulite, a redução da gordura localizada e a diminuição de alguns centímetros de volume. No caso de quem quer emagrecer, a mesoterapia (por ser um tratamento específico e localizado) deve ser aliada a uma deita e regime de exercício físico adequados.

A sua votação: 

Artigos relacionados