Os top 10 mitos sobre spas… e a verdade

Spa psicina patinho

Apesar do boom dos spas nos últimos anos, são ainda muitas as pessoas que olhem de soslaio para a palavra SPA, desconhecendo ou até desconfiando do seu conceito. Reunimos, por isso mesmo, os 10 mitos mais populares sobre spas e contamos-lhe a verdade, nua e crua.

  1. Qualquer tratamento spa é caríssimo. Como em qualquer serviço estético, existem tratamentos mais caros e outros mais baratos, depende daquilo que quer fazer. Por isso mesmo, existem pessoas que fazem do spa um estilo de vida, enquanto outras encaram-no como um mimo ocasional. E claro que os preços também variam conforme o tipo de spa. Felizmente, também os spas têm promoções especiais e, muitas vezes, adquirir um tratamento em pacote, com várias sessões por exemplo, fica mais barato do que se efectuar uma única sessão. Para além disso, e antes de efectuar qualquer marcação, pode perfeitamente informar-se acerca dos preços praticados, sem compromisso algum.  
  2. Tem de estar nu durante qualquer tratamento spa. Falso. A maioria dos tratamentos spa permitem que a pessoa mantenha vestida a sua roupa interior, que vista um biquíni ou fato de banho ou então, o próprio spa fornece roupa interior descartável e adequada ao tratamento em questão. Para além disso, os terapeutas são especialistas em assegurar a privacidade dos seus clientes, ora com um robe turco, ora saindo da sala enquanto você se despe e veste. Mesmo durante os tratamentos, recorrem a técnicas específicas onde utilizam toalhas para tapar todo o corpo, excepto a zona em que estão a trabalhar.
  3. Apanham-se doenças de pele nos solários, jacuzzis e banheiras de hidromassagem. Esperemos bem que não! A higiene e segurança é uma exigência (legal) que nem se questiona no que toca aos spas, não fosse o seu principal lema o bem-estar do corpo, mente e espírito! Para ter a certeza absoluta sobre o local onde se vai “entregar” aos prazeres do wellness, comece por pedir referências aos amigos e/ou peça para fazer uma visita guiada ao spa (prévia à marcação) e esteja atento à presença de cabelos nos ralos dos duches, se os cestos do lixo estão a abarrotar, se o material descartável é mesmo eliminado, o estados dos turcos… se não gostar, não tem de ficar! Certamente que encontrará um spa que satisfaça cada um dos seus caprichos.
  4. As saunas causam a perda de cabelo. Não existem dados concretos que comprovam que quem frequenta regularmente saunas tem uma maior probabilidade de perder cabelo prematuramente ou até ficar careca. Objectivamente, o calor das saunas incentiva a circulação sanguínea o que, por sua vez, estimula a saúde física, assim como o crescimento do cabelo e das unhas. Claro que se abusar, e não seguir as temperaturas recomendadas, é natural que sinta algum desconforto ou até outros problemas. Para minimizar estas preocupações, antes de ir para a sauna aplique amaciador no cabelo e envolva-o numa toalha húmida.
  5. O botox pode causar paralisia facial permanente. Não é verdade. Um dos efeitos secundários do botox é, de facto, a paralisia muscular – mas esta é temporária. Este período dura, no máximo, 6 meses, ou seja, o tempo que o organismo necessita para assimilar o botox. Para garantir uma experiência positiva com o botox, confie apenas num terapeuta especializado.
  6. Os tratamentos anti-idade são uma farsa. De facto, não são. Todos os tratamentos anti-idade têm como principal activos produtos recheados com antioxidantes, vitaminas, minerais, SPF e óleos nutritivos – armas poderosas no combate contra os aspectos mais nocivos do nosso quotidiano (sol, poluição, stress, tabaco, álcool, má alimentação…) e, consequentemente, o envelhecimento precoce da pele. Os tratamentos anti-idade contribuem para uma pele luminosa, saudável e elástica… mas tudo isto não é possível com uma única sessão, requer um tratamento contínuo.
  7. Os melhores tratamentos são os mais recentes e os mais inovadores. Falso. Um spa é um negócio como qualquer outro e há que seduzir novos clientes e manter os clientes fiéis satisfeitos. É por isso mesmo que todos os anos surgem novos e inovadores tratamentos, como a massagem com cobras ou a facial com excremento de rouxinol. Podem ser originais e chamar a atenção, podem ser realmente bons, mas isso não quer dizer que são os melhores. Existem clássicos incontornáveis que não param de gerar excelentes resultados, caso da drenagem linfática manual ou da massagem de pedras quentes.
  8. Não existe nenhuma diferença entre day spa, spa resort/hotel e spa de destino. Claro que existe! Estas são apenas três dos diferentes tipos de spa existentes e cada um tem a sua própria filosofia, preço e público-alvo. Descubra as diferenças.
  9. As férias num spa são entediantes e pensadas apenas para os preguiçosos. As férias num spa de destino podem ser relaxantes, activas ou uma mistura de ambos, até porque esta é uma experiência spa completa – não faltam actividades ao ar livre, tratamentos de corpo, retiros espirituais para mente e alma, modalidades diversas (Ioga, Pilates, Reiki…), sessões educativas e workshops práticos. Quer queira desfrutar de uns dias tranquilos, perder peso ou experimentar tudo o que o spa tem para oferecer, a verdade é que só tem de se inscrever naquilo que quiser.
  10. Os spas não são para homens. Nada mais errado e a prová-lo está a crescente oferta de programas para desfrutar a dois, tratamentos exclusivamente masculinos e até spas onde apenas entram homens. É verdade, basta procurar um pouco! Os homens estão-se a cuidar cada vez mais e também têm direito à experiência relaxante que só um spa pode proporcionar, não é verdade?
A sua votação: 

Artigos relacionados